-->

KULERA

A EDITORA KULERA é especializada na publicação de Autores moçambicanos e estrangeiros, emergentes e consagrados. Publicamos livros infanto-juvenis, ensaios, romances, contos, poesia, crónicas e didáticos.

Missão

Promover a produção, publicação e disseminação de obras literárias de qualidade e estética exemplares, feitas por autores nacionais e internacionais, emergentes e consagrados através de plataformas impressas e digitais, estimulando, deste modo, o gosto universal pela leitura.

Visão

Ser uma marca de referência no mercado editorial nacional e internacional, com uma cada vez melhor diversidade de produtos e serviços.

Valores

• Excelência • Pioneirismo • Inovação • Sustentabilidade • Diversidade • Optimismo • Disciplina e Comprometimento.

  • Próximos lançamentos: Janeiro – Março


    Neste primeiro de 2021, a Kulera volta à carga com quatro (4) novos títulos: Espiritualidade Poética de Joel Caetano e Joconias Mocumbe; Teia de Sentimentos de Luciano Dias Pires; Breviário da Guerra Híbrida na Síria de Wilker Dias e Construtores de Palavras, uma antologia de contos organizada por Manuel Gimo

     

    Espiritualidade Poética de Joel Caetano e Joconias Mocumbe

    Espiritualidade Poética de Joel Caetano e Jeconias Mocumbi, de nacionalidade angolana e moçambicana, respectivamente, foi o título escolhido para abrir o ano editorial da Editora Kulera. O lançamento da referida obra poética aconteceu no pretérito dia 16 de Janeiro (sábado), pelas 18:00h, em formato virtual, a partir da página de WhatsApp do Projecto Tindzila, movimento literário do qual ambos autores fazem parte. De acordo com Jeconias Mocumbi: “Espiritualidade Poética” é uma obra que busca de forma expressiva agregar as imagens de duas realidades distantes que convergem no mesmo espaço-tempo. Enquanto o tempo e o espaço forem vistos como um lugar onde se desencadeiam diversos fenómenos da convivência intra e inter pessoal”. 

     

    Teia de Sentimentos de Luciano Dias Pires

    Luciano Dias Pires é, na sua essência, poesia e suas verticidades, e quando escreve transmite uma beleza sem igual nos seus poemas, sendo capaz de nos mudar a alma e os gostos numa teia de sentimentos.

     

    Breviário da Guerra Híbrida na Síria de Wilker Dias

    A Guerra Híbrida na Síria é um conflito que engloba não apenas a vertente interna, virada para a “Luta pela Revolução Democrática” por parte dos rebeldes, mas também abrange actualmente vários países da região e do mundo, a contar com os grupos terroristas. Neste seu livro de estreia, que inaugura a Colecção Conhecimento, dedicada à prosa não ficcional, Wilker Dias avalia quais poderão ser os principais interesses dos diversos actores internacionais no envolvimento na referida Guerra.

     

    Construtores de Palavras, uma antologia de contos organizada por Manuel Gimo

    Esta Antologia resulta de uma recolha de contos da autoria de autores ligados ao Clube do Livro da Beira. São, de acordo com o escritor Diogo Araújo Vaz, que prefacia a obra, “estórias que partem do amor à saúde; aos comportamentos diversos; à cultura nacional; ao fétiche das nossas gentes; às pandemias como aquelas que açambarcavam as bocas de suas vítimas, para além dos vírus do momento, o muito afamado COVID-19 e o nosso velho conhecido HIV-SIDA; à insónias; ao crime e tudo aquilo que qualquer sociedade vive no seu dia-a-dia; às guerras endêmicas, cada estória no seu próprio contexto”.


     

  • Revista RectasLetras: Chamada para publicação de artigos


     Baixar a Chamada

  • Joel Caetano e Jeconias Mocumbi lançam “Espiritualidade Poética”

     


    “Espiritualidade Poética” de Joel Caetano e Jeconias Mocumbi, de nacionalidade angolana e moçambicana, respectivamente, foi o título escolhido para abrir o ano editorial da Editora Kulera. O lançamento da referida obra poética acontecerá no próximo dia 16 de Janeiro (sábado), pelas 18:00h, em formato virtual, a partir da página de WhatsApp do Projecto Tindzila, movimento literário do qual ambos autores fazem parte e que será responsável pela produção do evento.  

    De acordo com Jeconias Mocumbi: “Espiritualidade Poética” é uma obra que busca de forma expressiva agregar as imagens de duas realidades distantes que convergem no mesmo espaço-tempo. Enquanto o tempo e o espaço forem vistos como um lugar onde se desencadeiam diversos fenómenos da convivência intra e inter pessoal”, contou. “Tudo quanto somos, somos movidos por aquilo que passamos, vivemos, olhamos, escutamos e expressamos”, acrescentou. 

    Nesta obra nota-se com transparência que os autores abdicam do seu “Eu” próprio para dar voz a um “Eu” de todos. Os autores não quiseram ser egoístas enquanto cultores do verbo. Talharam-no para acendê-lo na boca de todos. Com efeito, Caetano e Mocumbi convidaram outros poetas para com eles assinarem os versos que compõem o livro e, por essa via, com eles manterem-se subtraídos a uma só espiritualidade poética.

    Refira-se, portanto, que “Espiritualidade Poética” estará disponível em formato digital nas plataformas O Ardina Digital (www.oardinadigital.co.mz) e Poemei-te Hoje (www.poemeitehoje.jornaltxopela.com) e em formato impresso na loja da Ethale Publishing sita na Av. Amilcar Cabral n° 845, edifício do Acácia Wellness Center.

     

    Sobre os Autores:

     

    Joel “Cazundo” Caetano

    Pseudónimo de Joel Pedro da Silva Caetano, nasceu a 03 de Março, em Luanda, Angola, Bacharel em Sociologia, pela Universidade Agostinho Neto, Faculdade de Ciências Sociais, professor do Complexo Escolar Josefina Bakhita, situado no município do Kilamba-Kiaxi, província de Luanda. Membro da Brigada Juvenil de Literatura de Angola (BJLA), desde Junho de 2010. É autor dos livros: Duas Faces da mesma Poesia (2017) e Cogito e Reflexões (2019). Tem textos publicados em várias revistas literárias, Antologias nacionais e internacionais.

     

    Jeconias Mocumbe

    Pseudónimo de Edilson Sostino Mocumbe, nasceu aos 02 de Março, em Xai-xai, Província de Gaza-Moçambique, formado em Ciências Policiais pela Academia de Ciências POLICIAIS de Moçambique (ACIPOL), Co-Fundador e Secretário-Geral do Projecto Tindzila, administrador do Blog do Tindzila (tindzila.blogspot.com) e activista cultural. Tem participaçoes em diversos sites, antologias e revistas.

  • Vértices da Alma Já Se Encontra Disponível

    O livro "Vértices da Alma" de Sérgio dos Céus Nelson já se encontra disponível nas plataformas Poemei-te Hoje e O Ardina Digital, à qual se pode aceder e para baixá-lo a um preço de 150mt, através dos links abaixo: 

    POEMEI-TE

    O ARDINA DIGITAL 


  • Sérgio dos Céus Nelson Lança “Vértices da Alma”


     


    A Editora Kulera lança, no próximo dia 23 de Dezembro, o livro “Vértices da Alma", em formato E-book, da autoria do escritor Sérgio dos Céus Nelson – lançamento a ser feito ao nível das plataformas digitais.

    Trata-se de um livro, de 64 páginas, composto por poesias que abordam diversas temáticas sobre o amor, solidão, tristeza, recordação de tempos, desespero e um olhar sobre algumas perspectivas que para o autor fundamentam e dão sentido à essência do viver, existir e se emocionar. O livro custará 150 meticais, na versão E-book, enquanto o físico poderá custar 400 meticais.

    Sérgio dos Céus Nelson, além de escritor é roteirista profissional, activista ambiental e de direitos humanos, especialista de comunicação e Imagem, vencedor do 2o lugar no concurso provincial de declamação de poesias (Maxixe) em 2009. Tem participação em duas colectâneas publicadas no Brasil (Vai rolar Tete-a-tete e Flor da Alma), tendo ainda organizado uma publicação independente do primeiro volume do livro “Activisionismo: um ensaio em volta da reconstrução social”. 

  • Milton Chambal estreia-se com “A Voz Filosófica da Deusa Africana”


    Pela Editora Kulera, Milton Chambal irá estrear-se na próxima sexta-feira (18) como escritor com a obra “A Voz Filosófica da Deusa Africana”. O lançamento do livro irá acontecer no Salão Multiuso da Escola Secundária Geral Joaquim Maquival no Distrito de Milange, a partir das 15:30H.

    Milton Chambal, autor de 33 anos, retorna ao velho pensamento de “Unir a África” e idealiza uma África nova, mais unida, próspera e livre das guerras, da fome e da pobreza extrema. A idealização dessa África é fruto da influência que o autor absorveu de grandes pan-africanos como Kwame Nkrumah, Julius Nyerere e Muamar El Khadafi.

    A “Voz Filosófica da Deusa Africana” é um ensaio filosófico, no qual predomina a exortação aos africanos e aos líderes africanos, em particular, a buscarem uma nova África, através de um dever moral de cada africano e de uma unidade maior dos Estados Africanos.

    Segundo o autor, “Com a Voz Filosófica da Deusa Africana, convido aos africanos a reposicionarem-se, rumo a uma África livre e próspera. Num enredo em que envolve os grandes pensadores africanos, exorto os lideres africanos e os africanos em geral a unirem-se fortemente para criarem uma super-áfrica . A ideia de criação de uma Super-África pelo Super-nacional e Pelo super-africano é uma renovação da ideia de Nkrumah, da criação dos Estados Unidos da África”.

    Além de escritor, Milton Chambal é docente de Filosofia na Escola Secundária Geral Joaquim Maquival, no distrito de Milange, Província da Zambézia. 

  • Sereia do Zambeze apresenta-se em Tete

     


    Evocada no último domingo, dia 29, a Sereia do Zambeze não se fez tímida e emergiu à vista de todos e, para cerca de 40 presentes, finalmente apresentou-se ao público.

     

    Num evento denominado Sereia do Zambeze – Café com Letras, Franklin Gravata autor da obra Sereia do Zambeze e os seus convidados: Marco Lole, declamador, Six By Nine, percussionista, Edwin, guitarrista e Efraim Gina, escritor e declamador, apresentaram ao público o livro “Sereia do Zambeze”.

     


    O evento que serviu de pretexto para venda e autógrafo do livro publicado em Agosto pela Editora Kulera, foi marcado por declamação de poesia com muita música acústica à mistura.

     

    Segundo o autor, “cultura é educação e disciplina, na cultura é possível aprender e é possível ensinar. Eventos e iniciativas destas não vão faltar, porque Tete tem arte, porque Tete tem cultura, porque Tete tem Sereias no Zambeze. Foi um evento jamais visto na cidade de Tete, os presentes ficaram maravilhados pelo show. Foi uma novidade para muitos, ninguém acreditava que poderia se fazer um espectáculo de mais de duas horas só de poesia”.



  • Emílio Cossa no Sofá do Xavier


    Na passada sexta-feira,  dia 27, o nosso editor Emílio Cossa teve o prazer e honra de conversar com o apresentador Xavier Machiana, no Sofá  Xavier. No talk show que vai ao ar em horário nobre, na STV, houve, igualmente, espaço musica com 2/4 +1 e Kid Sony. Para quem não pode ver, aqui fica o link:

     ASSISTA

  • Nhanisse Jah estreia-se com “Lhokoza Mamboza: O Rei das Terras Inóspitas”


    A editora moçambicana - Kulera – com o apoio da SNO LDA, procede, no próximo dia 27 de Novembro, às 17:00, na Associação dos Escritores Moçambicanos (AEMO), ao lançamento do livro “Lhokoza Mamboza: O Rei das Terras Inóspitas”, da autoria de Nhanisse Jah. A obra prefaciada por Amosse Macamo, será apresentada por Lázaro Bamo.

     

    O livro, do género narrativa de ficção, é uma revisitação que o autor faz às memórias de um guerreiro que se incumbe uma missão que o obriga a participar em diversos combates, quer de forma voluntária, quer involuntária. Trata-se de Lhokoza Mamboza, um homem que nunca conheceu o medo e que traça uma jornada cheia de aventura, que fazem o leitor viver com ele experiências intensas e cheias de incertezas e adrenalina.

     

    O enredo tem o mérito de convidar à uma reflexão sobre a condição humana perante grandes desafios, levando-nos a nos amarrar ao enredo, e descobrindo factos históricos reais, lugares ímpares, ao mesmo tempo que a trama nos revela quem é o personagem, e quais são os seus limites, facto que nos leva a nos identificarmos com ele.

     

    Para Amosse Macamo, prefaciador do livro, a forma como o narrador, nesta viagem, segura os elementos da narrativa, criando um enredo cheio de vida, cor, suspense, anseios, frustrações; a descrição que se faz dos lugares, de cada batalha, cada golpe nas pelejas, revelam-se e encaixam-se “perfeitamente no imaginário de quem lê as personagens narradas”.

     

    Macamo acrescenta que, “quando pode transparecer que a perspectiva deste livro é eliminar o futuro como algo indisponível e incerto, ele acaba ampliando-o quando destaca a importância da busca de nós mesmos, mesmo que cheguemos à conclusão de que tal busca de nada valeu, facto filosófico que abre amplas perspectivas para que vivamos, aceitemos e valorizemos o presente na plenitude, sem deixar de almejar um futuro ainda que incerto”.

     

    SOBRE O AUTOR

    Nhanisse Jah, pseudónimo de Américo Matavele, nascido em Maputo, fez os seus estudos em Maputo até à licenciatura em Administração Pública. Funcionário Público há mais de duas décadas, começou a escrever nos finais dos anos 90, com poemas soltos e textos que eram distribuídos pela família e amigos, estes que lhe deram forças para continuar. Tem alguns poemas e contos publicados na revista Literatas, e alguns poemas em tantos livros colectivos.

     

    O presente livro foi escrito nesse tempo (anos 90), tendo passado das mãos do saudoso crítico Júlio Navarro que fez algumas correcções, e se predispôs a procurar uma editora para a sua publicação, facto que não aconteceu até ao falecimento deste grande escritor.

     

    Por razoes profissionais, o livro ficou hibernado durante mais de 15 anos, e só em 2018 é que o autor começa a procurar patrocínio para a sua publicação, que foi negativo, facto que o fez arrojar-se a autopatrocinar-se para sua publicação.


  • ENVIO DE OBRAS

    Para fazer o orçamento do seu livro com a Editora Kulera, envie o original para análise em formato Word ou PDF. Inclua: Sinopse, Biografia Sucinta e Número de exemplares.

    Os originais propostos para publicação deverão ser enviados para o e-mail: editorakulera@gmail.com

    ENDEREÇO

    Maputo - Moçambique

    EMAIL

    editorakulera@gmail.com

    CELULAR

    +258 84 694 2930